Redução de custos em tempos de crise

Redução de custos em tempos de crise: Dicas de como  agregar valor ao seu negócio.

Antes de falarmos sobre redução de custos, você sabia que?

O café, é a segunda bebida mais consumida no Brasil.

“O café é o produto agrícola mais complexo do mercado nos dias de hoje. É mais complexo do que vinho – com mais de 900 componentes aromáticos e de sabor.

Além de exportar, o Brasil é o segundo maior consumidor mundial de café.

Apenas um brasileiro consome, em média, 1.200 xícaras de café ao ano. Isto representa o consumo de 3,29 xícaras de café ao dia por pessoa.”

Fonte tiradas do site: http://www.mexidodeideias.com.br/cultura/curiosidades-o-cafe-alem-de-sua-xicara/

A partir destas informações, da mesma forma, podemos correlacionar o café a vários momentos importantes dos negócios. Vejamos:

Ao participar de uma reunião temos um elemento que sempre está presente: o café.

Dificilmente passamos por uma reunião sem tomar pelo menos uma xícara, não é mesmo?

O café como agregador de valor

Ao irmos ao salão de beleza, estamos ali não somente por uma questão de irmos apenas fazer o serviço, mas também como uma forma de relaxamento. Seria o mesmo que “jogar bola” para os homens, podemos assim falar.

É verdade que, hoje em dia, as barbearias tem cumprido também este papel, falaremos adiante deste tema.

O que quero dizer é que aquele momento no salão de beleza é único e fica melhor ainda acompanhado de um café.

O café, com todos os seus benefícios, pode também se fazer presente nesse tipo de estabelecimento. Um café bem servido, fresco, na sua temperatura ideal, pode fazer toda a diferença para uma cliente.

Pois junto com a xícara oferecida demonstra-se a preocupação com o bem estar do cliente e esse mimo a mais pode ser o diferencial de um estabelecimento para outro. 

Entretanto, não esqueça: este serviço a mais deve estar embutido no preço dos serviços prestados pela empresa. Então, cuidado para não exceder na conta! O cliente pode não estar disposto a pagar por isso.

O café como fonte extra:

As sorveterias e gelaterias precisam “rebolar” para manter o faturamento nos demais dias que não apresentam sol ou calor. E uma boa alternativa para este comércio sazonal é a comercialização de café.

É ainda melhor quando ele não vem puro, mas sim como um agregador de valor em um menu que também inclua bolos, bolachas especiais, cookies, brownies e afins, aguçando a procura por um produto tão querido por todos.

Então, pesquise no mercado alternativas de como agregar e servir este delicioso hábito aos seus clientes. Procurando formas alternativas e fazendo com que o seu café seja o “queridinho do bairro”, da região e assim por diante.

Agora faça com que seu ambiente tenha esta capacidade de atrair e reter estes dois públicos.

A renda extra é muito boa e faz o negócio continuar girando. Mas fique atento para não esquecer a sua atividade principal.

Precisando de redução de custos?

Primeiro de tudo, ao atendermos empresas com dificuldades financeiras, trabalhamos inclusive com aquelas contas que passam despercebidas. Consequentemente, como o gasto com produtos de limpeza, descartáveis e café.

Esta conta representa um número significativo ao final do mês se não tivermos a devida atenção.

Porque cortar este tipo de despesa não é o mais agradável de se fazer. Porém quando a empresa necessita de cortes, estes itens são os primeiros da lista.

Isso quer dizer que não, NÃO se deve cortar o café da equipe, até porque o café traz atenção ao trabalho, mas SIM, o café de cápsula pode ser substituído pelo café já moído, que é bem mais em conta.

Ou, como já proposto em algumas empresas, é válido conversar com a equipe e continuar a fazer uso da máquina, porém cada um trazendo suas próprias cápsulas, que podem ficar na empresa com o nome do funcionário que as trouxe na caixa.

Além disso, também é possível pensar na diminuição do uso de descartáveis, uma vez que estes também representam um gasto excessivo, por conta dos cafés e águas tomados durante o dia.

Vamos calcular a redução do custo, nesse caso:

Cada cápsula de café custa em média R$1,90 x 3 (média consumida por pessoa diariamente) = R$ 5,70 ao dia, por pessoa.

Desta mesma forma, para uma empresa com 10 funcionários e considerando 20 dias úteis, representa:

10 x 5,70 x 20 = R$ 1.140,00 somente em cápsulas de café.

Em suma um kilo de café moído é capaz de produzir 200 cafés de 50ml e custa em torno de R$ 22,00.

Continuando com dados acima, temos 600 cafés ao mês (10 funcionários tomando 3 cafés por dia, por 20 dias úteis).

Ou seja, 600 cafés dividido por 200 (copos produzidos com 1 kilo de café moído) = 3 pacotes de 1 kg de café ao mês = R$ 66,00

Finalmente a opção é sua, reduzir ou continuar com o que pode ser um excesso desnecessário em um tempo a qual a necessidade de economia se faz necessária.

Fica a dica de como podemos usar a redução de custos a nosso favor.

Leia também: Formação do Preço de Venda: tudo que você precisa saber

erica

View Comments

  • Na verdade este acaba sendo um exercício constante, e devemos lembrar que para toda ação temos uma reação, pensar de forma estratégica onde possa trazer melhores benefícios a empresa, agregando valor ao produto ou serviço oferecido pode ser uma boa saída também, o que é bem necessário é conhecer mercado. ;-)

Recent Posts

8 cuidados que você/sua empresa devem ter ao escolher um software para controle financeiro

Vivemos a era digital, e por isso, é importante que sua empresa também se modernize. Para isso, existem muitos instrumentos…

8 meses ago

5 passos simples para evitar que os custos prejudiquem o seu negócio

Os custos são os grandes vilões do orçamento e podem levar muitas empresas a passarem por grandes dificuldades. Muitas vezes…

9 meses ago

Tudo o que você precisa saber para melhorar sua organização financeira

Você já parou para pensar que podemos comparar a "organização familiar" a uma empresa? Na mesma forma, nos dias de…

11 meses ago

Como obter sucesso utilizando a visão financeira.

Na visão financeira, dois elementos são particularmente importantes: O controle financeiro e o planejamento financeiro. É comum que em diversas…

11 meses ago

A verdade sobre a falta de lucratividade e como isso afeta seu negócio

Afinal toda empresa existe para obter lucro, certo? E que  isso fique bem claro! Toda empresa é um investimento, e…

12 meses ago

Dicas úteis para elaborar seu planejamento financeiro.

Muitas empresas tem um método de gestão financeira baseado unicamente em “apagar incêndios”. Ou seja, não há realmente um planejamento…

1 ano ago